Travel

Conheça as Cartas do Tarot



O Tarô é um sistema de cartas de adivinhação que possui um conjunto de 78 cartas, divididas em Arcanos Maiores e Arcanos Menores. Cada carta representa um arquétipo ou símbolo específico e pode ser interpretada de várias maneiras, dependendo do contexto e da pergunta feita.

A origem exata do Tarô é incerta e ainda é objeto de debate entre os estudiosos. Existem várias teorias sobre sua origem, mas a explicação mais aceita é que o Tarô surgiu no século XV, na Europa Ocidental, provavelmente na região da Itália ou da França. Inicialmente, as cartas eram usadas apenas para jogos de cartas, sem qualquer associação com a adivinhação.

Foi somente no século XVIII que o Tarô começou a ser utilizado como um meio de adivinhação e prática esotérica. Nessa época, ocorreu um interesse crescente pelo ocultismo e pela filosofia esotérica, e o Tarô se tornou uma ferramenta popular entre os praticantes dessas áreas.

Desde então, o Tarô tem sido amplamente utilizado como uma forma de buscar orientação, autoconhecimento e insights espirituais. As cartas são embaralhadas e dispostas em diferentes padrões, e o leitor do Tarô interpreta seu significado de acordo com a posição em que cada carta é colocada e sua relação com as outras cartas do conjunto.

Embora o Tarô seja frequentemente associado à adivinhação e à previsão do futuro, muitos praticantes também o utilizam como uma ferramenta de reflexão pessoal e desenvolvimento espiritual. A interpretação das cartas pode ser feita de maneiras diversas, e cada leitor do Tarô pode ter seu próprio método e abordagem.

** Nesse artigo, trataremos apenas dos arcanos maiores. Os arcanos menores serão citados a título de curiosidade.

Arcanos Maiores

Os Arcanos Maiores do Tarô são um conjunto de 22 cartas numeradas de 0 a 21, que possuem um significado simbólico profundo e representam aspectos arquetípicos da jornada humana. Cada carta dos Arcanos Maiores possui um nome e um número associado. Aqui está a lista dos 22 Arcanos Maiores do Tarô:

0 - O Louco: Representa o início da jornada, potencial, inocência e espontaneidade.

1 - O Mago: Simboliza habilidade, poder pessoal, manifestação e consciência.

2 - A Sacerdotisa ou Papisa: Representa intuição, mistério, conhecimento oculto e mistérios femininos.

3 - A Imperatriz: Simboliza fertilidade, abundância, nutrição e cuidado.

4 - O Imperador: Representa autoridade, estrutura, estabilidade e poder masculino.

5 - O Hierofante ou Papa: Simboliza tradição, ensinamentos formais, espiritualidade organizada e crenças estabelecidas.

6 - Os Enamorados: Representam o amor, união, escolhas e harmonia.

7 - O Carro: Simboliza movimento, progresso, controle e vontade pessoal.

8 - A Justiça: Representa equidade, equilíbrio, imparcialidade, tomada de decisões e consequências.

9 - O Eremita: Representa introspecção, solidão, sabedoria interior e busca espiritual.

10 - A Roda da Fortuna: Simboliza mudanças, ciclos, sorte e destino.

11 - A Força: Representa coragem, força interior, paixão e domínio sobre os instintos.

12 - O Enforcado: Simboliza sacrifício, rendição, suspensão e olhar a situação de uma perspectiva diferente.

13 - A Morte: Representa transformação, renovação, fim de ciclos e renascimento.

14 - A Temperança: Simboliza equilíbrio, harmonia, moderação e cura.

15 - O Diabo: Representa tentação, vícios, medos e ilusões.

16 - A Torre: Simboliza mudanças repentinas, colapso, revelações e libertação.

17 - A Estrela: Representa esperança, inspiração, otimismo e orientação divina.

18 - A Lua: Simboliza ilusões, intuição, mistério e os ciclos das emoções.

19 - O Sol: Representa sucesso, alegria, vitalidade e iluminação.

20 - O Julgamento: Simboliza renascimento, avaliação, despertar e ressurreição.

21 - O Mundo: Representa conclusão, integração, totalidade e conquista.

Cada carta dos Arcanos Maiores tem sua própria simbologia e significado, e elas podem representar diferentes aspectos da vida, personalidade, desafios, oportunidades e estágios de desenvolvimento humano. A interpretação das cartas varia de acordo com o contexto e a pergunta feita durante uma leitura de Tarô.

Arcanos Menores

Os Arcanos Menores do Tarô compreendem 56 cartas divididas em quatro naipes: Copas, Paus, Espadas e Ouros. Cada naipe possui dez cartas numeradas de Ás a Dez, além de quatro cartas da corte: Pajem, Cavaleiro, Rainha e Rei. Essas cartas representam situações mais cotidianas e eventos específicos da vida diária. Aqui está a estrutura dos Arcanos Menores:

Naipe de Copas:

Ás de Copas /Dois de Copas / Três de Copas / Quatro de Copas / Cinco de Copas / Seis de Copas / Sete de Copas / Oito de Copas / Nove de Copas / Dez de Copas / Pajem de Copas / Cavaleiro de Copas / Rainha de Copas / Rei de Copas 

Naipe de Paus:

Ás de Paus / Dois de Paus / Três de Paus / Quatro de Paus/ Cinco de Paus / Seis de Paus / Sete de Paus / Oito de Paus / Nove de Paus / Dez de Paus / Pajem de Paus / Cavaleiro de Paus / Rainha de Paus / Reis de Paus

Naipe de Espadas:

Ás de Espadas / Dois de Espadas / Três de Espadas / Quatro de Espadas / Cinco de Espadas /  Seis de  Espadas / Sete de Espadas / Oito de Espadas / Nove de Espadas / Dez de Espadas / Pajem de Espadas / Cavaleiro de Espadas / Rainha de Espadas / Rei de Espadas

Naipe de Ouros:

Ás de Ouros / Dois de Ouros /  Três de Ouros / Quatro de Ouros / Cinco de Ouros / Seis de Ouros / Sete de Ouros / Oito de Ouros / Nove de Ouros / Dez de Ouros / Pajem de Ouros / Cavaleiro de Ouros / Rainha de Ouros / Rei de Ouros

Os Arcanos Menores são mais focados em questões práticas e representam aspectos mais específicos da vida diária, como relacionamentos, trabalho, desafios, emoções, finanças e ações concretas. Ao interpretar as cartas dos Arcanos Menores, considera-se o naipe, o número e a natureza da carta da corte (Pajem, Cavaleiro, Rainha, Rei) para obter uma compreensão mais completa e detalhada das situações apresentadas.

Os Arcanos Menores e os Elementos

Cada um dos quatro naipes dos Arcanos Menores do Tarô possui associações simbólicas que representam diferentes elementos e aspectos da vida. Essas associações podem variar ligeiramente dependendo da tradição ou interpretação utilizada. Aqui estão as associações mais comuns dos naipes:

Naipe de Copas: O naipe de Copas está associado ao elemento Água. Ele representa as emoções, os relacionamentos, a intuição, a espiritualidade e o mundo dos sentimentos. As cartas desse naipe muitas vezes lidam com questões emocionais, amor, intuição e conexões emocionais profundas.

Naipe de Paus: O naipe de Paus está associado ao elemento Fogo. Ele representa a energia, a paixão, a criatividade, a ação e a motivação. As cartas desse naipe estão relacionadas a projetos, empreendimentos, carreira, inspiração e ambição.

Naipe de Espadas: O naipe de Espadas está associado ao elemento Ar. Ele representa o intelecto, o pensamento racional, a comunicação, os desafios e as ideias. As cartas desse naipe frequentemente abordam questões de conflito, lógica, tomada de decisões, comunicação clara e clareza mental.

Naipe de Ouros: O naipe de Ouros está associado ao elemento Terra. Ele representa a materialidade, as finanças, o trabalho, a estabilidade, a saúde e os aspectos físicos da vida. As cartas desse naipe estão relacionadas a dinheiro, segurança, prosperidade, realização prática e bem-estar físico.

Essas associações de elementos nos naipes dos Arcanos Menores podem fornecer insights adicionais durante uma leitura de Tarô e ajudar a compreender as energias e temas presentes em diferentes áreas da vida.

Simbologia das Cartas

As cartas do Tarô são repletas de simbolismo e significados profundos. Resumidamente, a simbologia das cartas do Tarô pode ser compreendida da seguinte forma:

Arcanos Maiores: Os Arcanos Maiores representam os principais arquétipos e temas universais. Cada carta possui imagens simbólicas que retratam uma jornada espiritual, emocional e psicológica. As cartas dos Arcanos Maiores abordam temas como transformação, sabedoria, amor, poder, equilíbrio e superação de desafios.

Arcanos Menores: Os Arcanos Menores, que como já vimos, são divididos em quatro naipes(Copas, Paus, Espadas e Ouros), representam diferentes aspectos da vida, como emoções (Copas), ação e energia (Paus), pensamento e intelecto (Espadas) e materialidade (Ouros).

Cores e Símbolos: As cores e os símbolos presentes nas cartas do Tarô também possuem significados simbólicos. Por exemplo, o vermelho pode representar paixão e energia, o azul pode simbolizar intuição e espiritualidade, o amarelo pode indicar alegria e iluminação, entre outros.

Numerologia: Os números presentes nas cartas também são significativos. Cada número possui um valor simbólico e representa diferentes energias e características. Por exemplo, o número 1 está associado a novos começos e individualidade, o número 2 representa parcerias e equilíbrio, o número 3 está relacionado à criatividade e expressão, e assim por diante.

Intuição e interpretação pessoal: Além dos elementos simbólicos mais óbvios, a interpretação das cartas do Tarô também envolve a intuição e a conexão pessoal com as imagens e símbolos. Cada leitor de Tarô pode ter suas próprias associações e interpretações únicas, baseadas em sua experiência e intuição.

É importante lembrar que a simbologia do Tarô é complexa e aberta a diferentes interpretações. Cada carta tem múltiplas camadas de significado e pode ser explorada em profundidade. A prática e o estudo contínuos são fundamentais para compreender a simbologia do Tarô de forma mais ampla e aprofundada.

Para saber mais sobre cada carta dos arcanos maiores, clique na imagem correspondente abaixo. Bons estudos!


 
 
 
 
  
 























Postar um comentário

0 Comentários